Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A teia da noite!

Sexta-feira, 18.04.08

 

Longa a noite voa alto,
do meu desejo por ti.
Longa a noite no asfalto,
a noite em que me perdi!

Quero desta noite longa,
esquecer o tempo que vivi,
das dores que hoje sinto,
quase acho que morri.

De sentir-me morrer,
de desejo acelerado,
noite que me tramou,
no meu sono acordado.

O meu corpo ardente,
de desejo se incendeia,
nesta longa noite,
enrolada numa teia.

Tal qual uma aranha,
enredo-me sem fim,
na teia que teceste,
para me prenderes a ti.

Da teia eu não sairei,
desenredar não quero,
mas são tão longas,
as noites que te espero!

Morrerei nessa teia,
se tiver de esperar,
mais que as noites
que demoras a chegar.

A noite é uma teia,
na qual te encontrei,
A noite é uma teia,
de qual jamais sairei!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Dona das Chaves às 02:02


3 comentários

De Jorge Soares a 19.04.2008 às 00:37

... todos nós caimos alguma vez em alguma teia... todos nós nos deixamos prender..uma e outra vez... porque o amor é a combustivel da vida.

Lindo.... mesmo lindo

Beijinho
Jorge

De Dona das Chaves a 19.04.2008 às 00:57

... quando a teia é forte é dificil desenredar dela!
Há teias que são boas de nos enredarmos, outras nem tanto! Esta teia, foi montada com mestria, por um tecelão que aprendeu com as gentes das redes do mar!
beijinho

De Jorge Soares a 19.04.2008 às 01:04

Não há teia que não se rompa
nem amor que não passe
Não há rede que prenda para sempre
um coração desejoso de amar

Beijinho
Jorge


Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Abril 2008

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930




links

Aqui também piso

Pisadelas partilhadas

Outros pés



comentários recentes


Posts mais comentados