Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A teia da noite!

Sexta-feira, 18.04.08

 

Longa a noite voa alto,
do meu desejo por ti.
Longa a noite no asfalto,
a noite em que me perdi!

Quero desta noite longa,
esquecer o tempo que vivi,
das dores que hoje sinto,
quase acho que morri.

De sentir-me morrer,
de desejo acelerado,
noite que me tramou,
no meu sono acordado.

O meu corpo ardente,
de desejo se incendeia,
nesta longa noite,
enrolada numa teia.

Tal qual uma aranha,
enredo-me sem fim,
na teia que teceste,
para me prenderes a ti.

Da teia eu não sairei,
desenredar não quero,
mas são tão longas,
as noites que te espero!

Morrerei nessa teia,
se tiver de esperar,
mais que as noites
que demoras a chegar.

A noite é uma teia,
na qual te encontrei,
A noite é uma teia,
de qual jamais sairei!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Dona das Chaves às 02:02

Voar!

Quarta-feira, 16.04.08

 


Descalça, caminho,

na areia junto ao mar,

qual gaivota errante,

que não cansa de voar!

 

Queria eu ter asas,

poder sair a voar,

sobre a terra, ou serra,

voar  sobre o mar!

 

Se voar é um sonho,

ter asas seria felicidade,

ser gaivota é desejo,

de ter mais liberdade!

 

Mesmo acordada,

não canso de sonhar,

o desejo é possível,

um dia hei-de voar!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Dona das Chaves às 15:11

Foge sapo... se te apanho.... grrr

Segunda-feira, 14.04.08
Eu mato-te Sapo..... Vou migrar. Um post inteirinho foi ao ar? Meu rico poema! Nem houve cópia de segurança? Adeus Sapo! Fui!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Dona das Chaves às 17:26

Sorriso

Domingo, 06.04.08

A luz do teu sorriso,

ilumina a solidão,

da minha alma triste,

já sem coração!

O brilho do teu sorriso,

é um canalha consentido,

entre duas almas distantes,

um malandro intrometido,

na cama de dois errantes!

Não basta ter brilho,

esse sorriso intrometido,

qual sacana que derruba,

todo o meu sentido!

Como fantasma errante,

recebo esse sorriso,

na companhia das noites,

que eu mais preciso!

 

 

 

 (E sapo, vê se atinas, que me pregaste um susto de morte, quando fiz publicar e deste erro, e eu já me estava a ver a esganar um sapo ultrasónico)

(E vê lá se publicas isto como eu escrevi, com separação entre versos, ai sapo, sapo, atina com isto, queres ser esganado, queres? )

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Dona das Chaves às 02:20

Beijo

Quarta-feira, 02.04.08

Suave  e doce beijo,

voa longe para mim!

Vai onde te envio,

neste mundo sem fim!

 

Sem asas podes voar,

neste mundo imenso,

sei que longe irás chegar,

nos lábios de quem penso!

 

Suave beijo voa longe,

nas asas do meu desejo,

só importa se não chegas,

nesses lábios que beijo!

 

E se não chegares,

quero que voltes a mim,

garanto, guardarte-ei ,

em caixa de marfim!

 

Guardado ficarás,

junto do meu coração,

até te poder entregar,

numa bela canção!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Dona das Chaves às 01:48





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Abril 2008

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930



A pisar agora!

online



links

Aqui também piso

Pisadelas partilhadas

Outros pés



comentários recentes


Posts mais comentados



subscrever feeds