Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Caminhos...

Sexta-feira, 22.05.09

 

 

Nos caminhos que trilhei,
Nem sempre o sol brilhou,
E nas escuras noites,
Uma luz se firmou,
Qual farol orientador,
Um sorriso alcancei,
Os dia ganharam cor,
A cor que sonhei.
A energia faltou,
A luz se esmoreceu,
O sorriso se apagou,
A cor desapareceu.
No mar fui procurar,
A luz e a cor que perdi,
Uma gaivota a pairar,
Me falou de ti.
Disse que o mar te levou,
Num barco dourado,
Para longe de tudo,
Num sonho desejado.
Um sorriso se acendeu
No meu rosto apagado
Um nova luz brilhou,
Ao ver teu sonho realizado.
A gaivota a voar partiu,
Levando o poema que lhe dei,
Escrito pela minha mão,
Dizendo para sempre te amarei.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Dona das Chaves às 11:06

Odeio...

Quarta-feira, 20.05.09

 

As longas noites da tua ausência

Odeio não partilhar o calor do teu edredon
Odeio não sentir o calor do teu corpo
Odeio não sentir o sabor a mar da tua pele
Odeio não saborear o mel da tua boca 
Odeio não acordar nos teus braços
Odeio não fazer amor contigo
Odeio que não me ames
Odeio amar-te mais, do que te odeio.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Dona das Chaves às 15:15

Rumo incerto

Sexta-feira, 27.03.09

 

 

Suave brisa, sopra leve
na manhã do meu dormir.
Suavemente me eleva, na
busca de te sentir!
Da janela o sol brilha,
a clara luz que me ofusca,
a ausência de ti, me obriga,
a partir em tua busca.
O norte eu perdi,
o meu rumo é incerto,
nada encontro porém,
nem longe nem perto!
Regresso ao refúgio,
da minha alma triste,
pergunto à solidão,
porque tu partiste!

 

 

Porque e vida é vivida em circulos e por vezes passamos outra vez no ponto de onde havíamos partido...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Dona das Chaves às 21:57

Desejos

Sexta-feira, 19.09.08

 

 

Voei para muito longe,
Nas asas de um desejo,
poisei à beira da tua cama,
para te acordar com um beijo.

Fechaste os olhos para sentir,
o toque quente do meu beijo,
nenhum de nós queria acordar,
interromper este sonho e desejo.

De sonhos e desejos,
é assim que vou vivendo,
as longas noites frias,
em que me vou perdendo.

Perco-me em sonhos,
em desejos incendiados,
pela vontade de te amar,
nos sonhos inacabados.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Dona das Chaves às 23:06

Essência

Terça-feira, 27.05.08

 

 

 

 

Fecho os olhos, imagino,

a beleza de um sorriso,

a beleza de um olhar.

Num segundo sorrio,

por conseguir encontrar,

na essência do meu ser,

a felicidade de amar!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Dona das Chaves às 01:16

A teia da noite!

Sexta-feira, 18.04.08

 

Longa a noite voa alto,
do meu desejo por ti.
Longa a noite no asfalto,
a noite em que me perdi!

Quero desta noite longa,
esquecer o tempo que vivi,
das dores que hoje sinto,
quase acho que morri.

De sentir-me morrer,
de desejo acelerado,
noite que me tramou,
no meu sono acordado.

O meu corpo ardente,
de desejo se incendeia,
nesta longa noite,
enrolada numa teia.

Tal qual uma aranha,
enredo-me sem fim,
na teia que teceste,
para me prenderes a ti.

Da teia eu não sairei,
desenredar não quero,
mas são tão longas,
as noites que te espero!

Morrerei nessa teia,
se tiver de esperar,
mais que as noites
que demoras a chegar.

A noite é uma teia,
na qual te encontrei,
A noite é uma teia,
de qual jamais sairei!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Dona das Chaves às 02:02

Voar!

Quarta-feira, 16.04.08

 


Descalça, caminho,

na areia junto ao mar,

qual gaivota errante,

que não cansa de voar!

 

Queria eu ter asas,

poder sair a voar,

sobre a terra, ou serra,

voar  sobre o mar!

 

Se voar é um sonho,

ter asas seria felicidade,

ser gaivota é desejo,

de ter mais liberdade!

 

Mesmo acordada,

não canso de sonhar,

o desejo é possível,

um dia hei-de voar!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Dona das Chaves às 15:11

Foge sapo... se te apanho.... grrr

Segunda-feira, 14.04.08
Eu mato-te Sapo..... Vou migrar. Um post inteirinho foi ao ar? Meu rico poema! Nem houve cópia de segurança? Adeus Sapo! Fui!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Dona das Chaves às 17:26

Sorriso

Domingo, 06.04.08

A luz do teu sorriso,

ilumina a solidão,

da minha alma triste,

já sem coração!

O brilho do teu sorriso,

é um canalha consentido,

entre duas almas distantes,

um malandro intrometido,

na cama de dois errantes!

Não basta ter brilho,

esse sorriso intrometido,

qual sacana que derruba,

todo o meu sentido!

Como fantasma errante,

recebo esse sorriso,

na companhia das noites,

que eu mais preciso!

 

 

 

 (E sapo, vê se atinas, que me pregaste um susto de morte, quando fiz publicar e deste erro, e eu já me estava a ver a esganar um sapo ultrasónico)

(E vê lá se publicas isto como eu escrevi, com separação entre versos, ai sapo, sapo, atina com isto, queres ser esganado, queres? )

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Dona das Chaves às 02:20

Beijo

Quarta-feira, 02.04.08

Suave  e doce beijo,

voa longe para mim!

Vai onde te envio,

neste mundo sem fim!

 

Sem asas podes voar,

neste mundo imenso,

sei que longe irás chegar,

nos lábios de quem penso!

 

Suave beijo voa longe,

nas asas do meu desejo,

só importa se não chegas,

nesses lábios que beijo!

 

E se não chegares,

quero que voltes a mim,

garanto, guardarte-ei ,

em caixa de marfim!

 

Guardado ficarás,

junto do meu coração,

até te poder entregar,

numa bela canção!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Dona das Chaves às 01:48





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Maio 2009

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31




links

Aqui também piso

Pisadelas partilhadas

Outros pés



comentários recentes


Posts mais comentados



subscrever feeds